10 de fevereiro de 2016

Usinas do Madeira: atos de vandalismo atrasam operação de linhão

Compartilhe:

Redação Amazônia da Gente com informações de Natália Viri (Veja)

Uma série de atos de vandalismo nas torres de transmissão de energia produzida pelas usinas de Jirau e Santo Antônio está atrasando o escoamento de toda a energia que será levada à região Sudeste do Brasil. A informação é da repórter Natália Viri, do site de “Veja”.

Os atrasos na operação das linhas de transmissão, segundo relatório de monitoramento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), afetam os testes para entrada em operação do segundo linhão.  Segundo o documento, de novembro de 2014 a dezembro de 2015 teriam sido derrubadas quinze torres, de quarenta metros de altura e dez toneladas cada.

Esses atos de vandalismo, segundo a jornalista Natália Veri, teriam ocorrido em sua maioria nas cidades de Rolim de Moura e Castanheiras, em Rondônia. O reparo nas torres deve ser concluído neste mês.

Mesmo quando esse problema for resolvido, a Aneel diz que a capacidade total de escoamento dos dois linhões, de 6,3 mil megawatts (MW), não será alcançada. Por conta de atrasos na construção de uma subestação, que deve ficar pronta só em 2017, ela ficará limitada a 5,6 mil MW.

As usinas de Jirau e Santo Antônio, segundo a reportagem de Veja, atualmente estão com capacidade para produzir 5.642 MW de um total de 7.318 MW, quando todas as turbinas estiverem em operação.

Notícias relacionadas:

3 de fevereiro de 2016

Bandeira tarifária de março será amarela com desligamento de termelétricas

[03/02/2016 - 18:45h] Segundo o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, a medida vai permitir uma redução do custo do setor elétrico de R$ 720 milhões por mês em 2016.

2 de fevereiro de 2016

Aneel nega pedido de mudanças no cronograma de Belo Monte

[02/02/2016 - 14:30h] O processo será encaminhado para o Ministério de Minas e Energia, com recomendação contrária à prorrogação da outorga. A Norte Energia não se posicionou sobre a decisão da Aneel.

1 de fevereiro de 2016

A partir deste mês, valor adicional pago na conta de luz será menor

[01/02/2016 - 18:08h] A bandeira aplicada ainda será a vermelha, neste mês de fevereiro, mas ao invés de R$ 4,50 pagos para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos, serão cobrados agora R$ 3,00.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE