23 de abril de 2015

“Regulamentação da PL 4330 beneficia micro, pequenos e empreendedores individuais”

Compartilhe:

Setor é frequentemente terceirizado por grandes empreendedores, alega presidente do Simpi/RO, que  apoia  esforço  dos deputados federais para aprovação da nova lei

Autor: assessoria de imprensa do Simpi/RO

Com o objetivo de colaborar com as discussões sobre as vantagens e desvantagens do  Projeto de Lei 4330, que regulamenta a terceirização de trabalhadores no Brasil, o presidente do Sindicato da Micro e Pequena Indústria (Simpi) de Rondônia, Leonardo Sobral, enviou correspondência ao presidente da Câmara Legislativa, Eduardo Cosentino da Cunha, e aos deputados federais de Rondônia,  ressaltando que o PL é benéfico para os Microempresários  e  Microempreendedores Individuais que, com frequência, são terceirizados para trabalhar em grandes empreendimentos.

“O PL 4330 e importante porque pode abrir novas oportunidades de negócios e novas possibilidades de mercado a um custo muito pequeno nas necessárias adaptações, principalmente às microempresas e   empreendedores individuais  , que já são responsáveis em nosso estado por 71% das 103.000 MPEs ativas. No Brasil, elas já somam 5 milhões. Além disso, a regulamentação da terceirização, conforme prevê a lei em discussão, vai alinhar o Brasil às mais modernas práticas trabalhistas do mundo e estimular a criação de milhões de empregos e empresas”, alega Sobral.

Na correspondência, o presidente do Simpi, cobra uma posição do SEBRAE sobre a polêmica provocada pelo PL 4330, tendo em vista a grande representatividade dos MEIs,  micro e pequenas  empresas na economia brasileira. Rondônia possui 108.000 empresas ativas, sendo que 103.000 são MEIs, micros e pequenas, ou seja, 93% do total. Já no Brasil, das 15 milhões e 900 mil empresas constituídas, 82% são de micro  e pequeno porte. Além disso, o setor é responsável por 62% das carteiras assinadas no país”, informa.

Baseado nestes números, Leonardo Sobral enfatiza que “a aprovação do PL 4330 vai fazer justiça a um segmento empresarial que dá importante contribuição para  a economia brasileira, gerando recursos  e oportunidades de trabalho para milhares de pessoas, mesmo dispondo de poucos recursos para empreender”.

 

Notícias relacionadas:

11 de agosto de 2016

FEEMPI lança projeto de inclusão de micro e pequenas empresas na internet

[11/08/2016 - 11:54h] Com a construção de sites por R$ 158,00, empreendedores terão condições para maior interação com Facebook, Whats e outras mídias, também pelo celular.

30 de março de 2015

Pequenos empreendedores buscam apoio e informação no Sindicato da Micro e Pequenas Indústrias de Rondônia

[30/03/2015 - 17:09h] Compartilhe:Instituição oferece um cardápio completo de serviços de apoio para a realização de pequenos negócios Autor:  Ana Aranda Uma média […]

13 de março de 2015

Banco do Povo/Acrecid oferece financiamento para pequenos negócios formais e informais em Rondônia

[13/03/2015 - 18:16h] Compartilhe:Instituição oferece financiamentos com juro de 2% am e carência de seis meses. Recursos são oferecidos para pequenos empreendedores do […]

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE