19 de julho de 2016

Nicinha: um corpo à espera do exame de DNA, uma voz que não se cala

Compartilhe:
Pescadora e militante, Nicinha foi morta com um tiro na barriga e o assassino confesso está foragido  . Foto MAB

Pescadora e militante, Nicinha foi morta com um tiro na barriga e o assassino confesso está foragido . Foto MAB

Acusado pelo assassinato da ativista, o pescador Edione Silva está foragido, na impunidade. Na fotografia acima Divanilce Andrade mostra a fotografia de sua mãe, Nicinha, no celular. (Foto: Marcela Bonfim/Amazônia Real)

Ana Aranda, especial para Amazônia Real

Porto Velho (RO) – “Como é que eu vou dizer para a minha avó, que tem 87 anos e está acamada desde o desaparecimento, que não há um prazo definido para o enterro da sua filha?” O desabafo é de Divanilce de Souza Andrade, 29 anos, filha da defensora das populações atingidas pelas barragens das hidrelétricas do rio Madeira, a pescadora Nilce de Souza Magalhães, mais conhecida como Nicinha. Ela desapareceu no dia 7 de janeiro deste ano, no distrito de Nova Mutum-Paraná, a 167 quilômetros de Porto Velho, em Rondônia. Há mais de 20 dias a família reconheceu um corpo no Instituto Médico Legal (IML) como sendo o da ativista assassinada e aguarda a liberação para fazer o sepultamento. A Superintendência de Polícia Técnico-Científica (Politec) diz que não tem recursos para fazer o teste de DNA. A Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) não apresentou uma solução para o reconhecimento oficial da morte da ativista.

Leia a matéria completa

Notícias relacionadas:

9 de março de 2016

MAB ocupa Ibama e pede casas em Nova Mutum e reassentamentos em Jacy e Abunã

[09/03/2016 - 16:02h] Manifestações realizadas em Porto Velho fazem parte de um movimento nacional dos atingidos por barragens por melhores condições de vida.

23 de maio de 2015

Documentário sobre reflexos da construção da Usina Hidrelétrica de Jirau será exibido em Porto Velho

[23/05/2015 - 23:20h] Compartilhe:Trabalho é baseado em relatos sobre a construção da usina, colhidos durante quatro anos, e será exibido nos dias 29 […]

15 de maio de 2015

Famílias que ocuparam casas da Nova Mutum aguardam posicionamento do Ibama

[15/05/2015 - 16:28h] Compartilhe:Parecer técnico do Ibama diz que casas devem ter um destino social, mesmo assim foi concedida uma liminar de reintegração […]

Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE