22 de janeiro de 2015

Fapero oferece bolsas de iniciação científica para alunos do ensino médio

Compartilhe:

Fundação de Pesquisa de Rondônia também oferece vagas para mestrado e doutorado em diversas áreas

Autor: Nonato Cruz/Decom/RO

A Fundação Rondônia de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa do Estado de Rondônia (Fapero) iniciará a seleção de estudantes contemplados com bolsas do programa Iniciação Científica do Ensino Médio.

Serão beneficiados 200 alunos da rede estadual de ensino. Ao anunciar a medida, o presidente da instituição, Francisco Elder de Oliveira, explicou que o governo, desta forma, estimula a pesquisa e a ciência, fatores indispensáveis ao desenvolvimento regional.

Os avanços da Fapero, criada há apenas dois anos e meio, sendo a mais nova entidade de incentivo à pesquisa do país, foram apresentados nesta quinta-feira (22), ao governador Confúcio Moura. As conquistas são consideradas positivas e as perspectivas para os próximos quatro anos animadoras. “Nenhum estado se desenvolve sem pesquisa, e estamos investindo na base, nos alunos do Ensino Médio”, disse Elder.

O presidente da entidade prestou contas ao governador das atividades da Fapero e propôs a ampliação à pesquisa científica . Segundo Elder, há muito o que ser comemorado nessa área.

Iniciação

Ao governador também foram apresentados os editais com vagas para mestrado e doutorado em diversas áreas, ocasião em que o presidente explicou que há requisitos que precisam ser preenchidos pelos candidatos. O projeto de Iniciação Científica Júnior e o Programa de Iniciação Básica, que incentiva a pesquisa, ao mesmo tempo em que mobilizam uma rede que envolve doutores, mestres e professores, além dos estudantes.

Os recursos são obtidos junto ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), que disponibilizou ao Estado R$ 322.5 mil para incentivo à iniciação científica e valorização de talentos no ensino fundamental, médio ou de educação profissional mediante o desenvolvimento de atividades de pesquisa científica, tecnológica ou de inovação.

Formação

O foco na formação de pesquisadores é uma das frentes da Fapero, que oferece bolsas para pós-doutorado, doutorado, mestrado, pesquisa, iniciação científica e para educação. Para o governador Confúcio Moura, é importante que seja dada ampla divulgação aos projetos para que mais estudantes tenham acesso às propostas. Ele destacou ainda que a fundação foi criada há pouco tempo e criou grandes expectativas, uma vez que lida com pesquisas. “Temos muito trabalho pela frente”, acrescentou.

A Fapero já realizou chamadas, como a voltada para pesquisadores biólogos e médicos, com a finalidade de auxiliar e melhorar o atendimento público de saúde (SUS) capacitando e descentralizando a pesquisa e a inovação em saúde. Outro exemplo é o projeto de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional – DCR, que destina três bolsas para formar pós-doutores.

A bolsa oferecida tem como meta trazer doutores formados de outras regiões para que se fixem em Rondônia, onde desenvolvam pesquisas relevantes para o desenvolvimento do estado.

Notícias relacionadas:

23 de fevereiro de 2013

Estudo aponta falhas e propõe mudanças nos concursos públicos

[23/02/2013 - 20:29h] Compartilhe:  Mariana Tokarnia Repórter da Agência Brasil Brasília – Um estudo da Fundação Getulio Vargas (FGV) Direito Rio e da […]

18 de janeiro de 2011

Inscrições para o ProUni são adiadas para sexta-feira

[18/01/2011 - 06:41h] Compartilhe:Brasília – As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni), marcadas para começar quarta-feira (19), foram adiadas para sexta-feira […]

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE