6 de maio de 2016

Casa nova e internet gratuita para 704 novos moradores do condomínio Orgulho do Madeira

Compartilhe:
 Crianças brincam no condimínio Orgulho do Madeira Foto: Bruno Corsino - Secom/RO

Crianças brincam no condimínio Orgulho do Madeira Foto: Bruno Corsino – Secom/RO

Autor: Nonato Cruz/Decom/RO

Para mais 704 famílias de Porto Velho, ter a casa própria se tornou realidade na manhã desta quarta-feira (4), na zona Leste da cidade. Pessoas vindas de bairros diferentes receberam as chaves das casas e apartamentos no residencial Orgulho do Madeira, em cerimônia que foi marcada por momentos distintos.

Elas comemoraram o recebimento dos imóveis e o anúncio dos serviços que darão qualidade de vida. Mas, também, aplaudiram demoradamente quando o governador Confúcio Moura anunciou que terão internet de boa qualidade e gratuita.

A ansiedade que se transformou em sorrisos fartos se justifica. Das que perderam as habitações na enchente histórica de 2014 a idosos, portadores de deficiência física ou as que moravam de favor nas casas de parentes, cada um trouxe um passado sofrido.

Regina Silva, nova moradora do Orgulho do Madeira veio do bairro Triângulo, onde a enchente levou parte de tudo o que havia obtido. A casa foi condenada, os documentos, livros e outros bens se deterioraram. “Aqui vai ser meu futuro, a partir de agora”, disse, enquanto aguardava a entrega das chaves.

No parque localizado ao lado do centro social, Luís Carlos Moreira brincava com a filha, antevendo o que ela terá no condomínio em que vai morar. “Acho que isto é qualidade de vida”, argumentou, sem se preocupar com a fila que se formou para o recebimento das chaves. Estava realizado.

Esta etapa da entrega de imóveis no residencial Orgulho do Madeira marca também a consolidação do compromisso firmado pelo governador Confúcio Moura, que quer mais que moradias. “É preciso oferecer meios para que estas pessoas se sintam bem, tenham progressos”, explicou ele.

Segurança pública

A segurança púbica, um dos itens muito questionados pelos novos mutuários, é objeto de estratégia traçada pela Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec). “Temos policiamento diário com radiopatrulhas, e mantemos contato com as lideranças através do ‘WhatsApp’, num grupo criado para atender as demandas apresentadas”, informou o coronel Alexandre Almeida, coordenador de Policiamento Metropolitano da Polícia Militar.

O coronel PM Adilson Pinheiro, secretário-adjunto da Sesdec, explicou que a estratégia de segurança para o residencial envolve oito secretarias estaduais e nove municipais. Cada organismo fará intervenções em sua área de atuação para atender as famílias.

Segundo o militar, a segurança da região vai exigir mais cooperação que armas. “É importante atuar preventivamente com atividades que não sejam necessariamente da área policial”, definiu.

Já estão funcionando, segundo o prefeito Mauro Nazif, quatro linhas de ônibus para atender a população que cresce no Orgulho do Madeira.

16 mil moradores

A previsão do governo de Rondônia é que todas as unidades do Orgulho do Madeira estejam ocupadas no final deste ano ou início de 2017. Quando isto ocorrer, haverá em torno de 16 mil pessoas morando nos prédios e casas. “É mais que a população de muitos municípios do estado”, disse o vice-governador Daniel Pereira.

O superintendente da Juventude, Cultura, Esportes e Lazer, Rodney Paes, explicou que sua pasta vai levar a prática esportiva aos moradores. O trabalho envolve a participação de parcerias com entidades privadas e faculdades, que cederão estagiários. “Uma das propostas é instituir aqui a Guarda Mirim, em parceria com a Sesdec e Polícia Militar”, revelou.

Para que as moradias sirvam ao fim a que se destinam, é necessário, segundo a secretária Valdenice Domingos, da Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social, que os moradores não vendam, não aluguem, nem emprestem os imóveis. “Vocês podem perder o direito a eles”, recomendou. Segundo ela, há problemas com os imóveis já entregues e que não foram ocupados. Alguns foram invadidos e danificados.

Presidente Dilma Rousseff

O governador Confúcio Moura disse que a presidente Dilma Rousseff, independente dos problemas que enfrenta, prestou muita ajuda a Rondônia. A área de habitação, conforme ele, foi privilegiada, pois o número de imóveis foi ampliado em relação ao que era previsto. Além disto, foram garantidos recursos para obras de esgoto e água tratada.

Confúcio apresentou os coronéis Adilson Pinheiro e Alexandre Almeida, da PM, e disse aos novos moradores do residencial: “eles são responsáveis pela segurança de vocês”. Foram muito aplaudidos.

Mas, curiosamente, a explosão de alegria veio quando foi anunciado que haverá internet de alta velocidade e gratuita para todos na região. “Vocês poderão usar o ‘zap-zap’ à vontade”, brincou.

O primeiro mutuário a receber as chaves do apartamento foi Eclênio Rocha, que pagava aluguel para morar com a pequena família. O discurso dele foi simples: “Muito obrigado, governador. O nosso sorriso não diz tudo o que sentimos agora. Mas somos dignos de estar aqui”.

As unidades entregues já têm água encanada e algumas já possuem energia. Onde a instalação não está concluída é por falta de alguma documentação não apresentada pelo morador. Para eventuais dúvidas, a Seas mantém um plantão social com profissionais que indicam soluções.

Fotos: Bruno Corsino

Notícias relacionadas:

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICIDADE